Chegando no Paraguai

Em setembro, fiz uma viagem para conhecer as cataratas de iguaçu. Foi quase impossível não reparar quão perto estava de Paraguai e quão pouco sabia desse pequeno pais, encravado no meio do continente. Um pais de baixo perfil, do qual nunca escutamos muito.

Indo atrás de algumas informações me deparei com que ninguém sabe muito sobre Paraguai. No Brasil, o Paraguai é sinônimo de compras e muamba. De fato, no Google a primeira palavra que associa-se a “Paraguai” é “compras”. Por tanto aproveitei para fazer um pequeno mochilão para descobrir a verdadeira face dele. E bom, posso lhe assegurar que valeu muito a pena.

Todo mundo parecia ficar perplexo pelo fato de eu querer tirar umas férias no Paraguai. Desde os funcionários que carimbaram meu passaporte na fronteira até os mesmos paraguaios, que não parecem entender por que eu tinha escolhido passar minhas ferias no país deles.

Para um viajante, o simples fato de conhecer um novo lugar, já é justificativa suficiente para planejar um pequeno mochilão, independente da oferta “turística” do lugar.

Aqui farei uma descrição da minha viagem e algumas recomendações úteis para conhecer Paraguai.

Chegando no Paraguai


Como fica no meio do continente, pode se chegar por qualquer um dos países vizinhos. Pode-se chegar de avião ou de ônibus, dependendo da cidade entrada. Desde Argentina pode se entrar praticamente por qualquer cidade fronteiriça (Formosa e Posadas, principalmente), desde Bolívia, geralmente a rota é desde Santa Cruz de La Sierra para chegar pelo norte, na região do Chaco. Desde Brasil o mais comum é entrar por Cidade del Este, cidade fronteiriça com Foz de Iguaçu.

Estando em Foz de Iguaçu pode atravessar a Ponte da Amizade (Leia aqui como se locomover pela tripla fronteira). Existe um ponto de informações turísticas na imigração de Cidade del Este. Aproveite para pegar mapas e todas as informações que ache necessárias. É impressionante quão preparados estão os funcionários em matéria de turismo. Os mapas e guias turísticas oferecidas são muito bem elaboradas e com informações úteis demais, devo admitir que fiquei surpreso.

Nas guias turísticas há algumas dicas para aprender Gurani, a língua oficial do Paraguai, junto com o espanhol. A maioria da população fala Guarani, e é comum ver avisos publicitários e informações em tal língua. Se você falar espanhol e mesmo assim não entender o que as pessoas lhe falam, não se preocupe, certamente lhe estão falando em guarani.

Lengua Guaraní

Como transportar-se de ônibus

Como meu voo de volta era em foz de Iguaçu, decidi ir até Asunción, depois em direção ao sul até Encarnación e voltar, por último, a cidade del este. Praticamente as distâncias entre as três cidades são iguais, então não faz diferença se você iniciar por Encarnación ou por Asunción. No norte do Paraguai, a região conhecida como “El chaco” concentra o estilo de vida rural do país, a maioria do turismo se baseia em visita de fazendas e plantações. Também é a rota de quem quer continuar sua viagem até Bolívia. Mas eu não tive tempo para conhecer essa região.

[mapsmarker layer=”5″]

Do centro comercial de Cidade del Este pode pegar um ônibus ate a rodoviária (2.400 Guraníes). Para ir para Asunción (A capital do Paraguai) a empresa recomendada é a Nossa Senhora de Asunción (NSA). Em setembro de 2014 o custo era de 88.000 guaraníes (22 dólares aproximadamente).

Os ônibus entre Cidade del Este e Asunción são muito confortáveis, de dois andares, com ar a condicionado e cadeiras reclináveis. A viagem dura aproximadamente 5 horas. De Asuncíón a Encarnación a empresa recomendada é Encarnacena, a passagem está ao redor dos 85.000 a 90.000 guranies e a viagem demora ao redor de 6 horas, igualmente em ônibus bem confortáveis

Já entre Cidade del Este e Encarnación o busão é mais simples e sem tanto conforto, no entanto dá para viajar tranquilo. A viagem dura aproximadamente 4 horas.

Dentro das cidades, o transporte público de Paraguai é bastante peculiar, pois os ônibus são muito antigos, chegam a ser pitorescos. Não espere muito conforto dentro deles.

Em geral, Paraguai é um país que parece ter parado no tempo em algumas esferas, isso lhe dá um charme, em algumas situações e pode ser causa de desconforto em outras. Lembrando que participou duma guerra civil contra Argentina, Uruguai e Brasil, e que seus vizinhos quase arrasaram com a população masculina e a industria dele, atualmente Paraguai é um pais principalmente agricultor. Você notará as belas plantações ao longo da viagem de ônibus.

Paisaje

Proximamente estarei publicando algumas recomendações do que visitar e que fazer em Asunción, Encarnación y Ciudad Del Este. As três cidades Paraguaias que consegui visitar.

Leia mais sobre Encarnación e as missões.

Paraguai ficou num lugar especial dentro dos meus destinos de viagem. Apesar das dificuldades que o pais enfrentou no passado, e que com certeza afronta no presente, Paraguai ainda conserva a força de quem luta em silêncio.

Em Paraguai me lembrei constantemente da Colômbia, o meu país. Ambos países com uma riqueza natural sem limite, uma beleza que resguarda-se nas coisas simples, um povo acolhedor e aconchegante, com uma nova geração que deseja uma mudança para seguir em frente e um governo que talvez esteja dificultando mais o processo, do que ajudando.

De qualquer forma eu lhe recomendo muito que faça suas malas e visite o Paraguai, vai por mim, você vai se surpreender.

Cristian Figueroa

Versión en Español

English Version

2 comentários sobre “Chegando no Paraguai

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s